domingo, 13 de dezembro de 2009

. Toda sua .




Só por hoje eu quero esquecer as inúmeras dores que tomam conta do meu corpo e me matam aos poucos para pensar em você.
Só Deus sabe o quanto quero te ver, o quanto quero sentir o teu gosto de novo e ser mais uma vez, como você diz, luz na sua vida.
Eu quero ser sua. Cuidar de você, te proteger, te fazer sorrir, te abraçar, te sentir...
Ser aquela pessoa pra quem você liga a qualquer hora, em qualquer lugar, nem que pra falar um “oi”.
Eu quero que você conte comigo e faça planos ao meu lado, porque eu sei que serei feliz ao seu. É pra você que eu quero cantar a canção mais romântica.
Eu quero te dar o meu riso mais gostoso, daqueles que mostram os meus dentes brancos que você tanto gosta e me fazem fechar os olhos. Eu sei que você é capaz de tirá-los de mim e pegá-los com facilidade.
Eu quero beijar você do jeito mais doce e depois te amar, de corpo e alma.
É para você que eu quero por a roupa mais bonita, o maior salto e o melhor perfume. Você diz que gosta tanto do meu cheiro, mas será que só eu percebi que ele é tão bom por estar ao seu lado?
Eu quero abrir mão de tudo. Eu quero jogar todo esse nada pro alto e ir vier contigo.
Eu quero não ter mais que rezar pedindo aos Céus que te cuidem, porque eu quero ser seu ar, seu chão, o seu abrigo.
E eu quero que você seja tudo para mim. E que nada mais importe.
Eu quero sentir de novo e todos os dias o frio na barriga que você me desperta. Eu quero ter insônia e ver você dormir. Eu quero quebrar todos os relógios e me esquecer que a vida passa, para viver na eternidade com você.
Eu quero amar você como nunca. Daqui para sempre. Acorrentar minha alma, ser tua luz, só ter olhos para você. E fazer disso tudo a tal felicidade.

E por fim, eu quero que você leve esse “tudo de mim”, mesmo que lhe pareça pouco e esteja meio machucado. Quero que me absorva, me consuma. Leve tudo que sou e me coloque em você. Vamos misturar nossas vidas que já estão cansadas dessas ruas escuras e solitárias...

“Eu quero a sorte de um amor tranqüilo, com sabor de fruta mordida
[...]
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida...”
(Cazuza)

Um comentário:

  1. e esta carencia? q q a gte faz com ela? come com farofa??

    inferno viu!

    ResponderExcluir